Go to Top

ORANDO POR ISRAEL

“Orai pela paz em Jerusalém! Sejam prósperos os que te amam.” (Sl 122:6)

O salmista Davi também expressou seu amor e sua devoção por Israel. No salmo 137, verso 6, ele declara: “Apegue-se-me a língua ao céu da boca, se não me lembrar de ti, se eu não preferir Jerusalém à minha maior alegria.”

Jerusalém é o berço do Cristianismo, a cidade de Jesus Cristo, o Senhor, o Messias e Salvador! Orar por Jerusalém e amar a Israel são o cumprimento de uma ordenança de Deus.

Por meio da mídia temos acompanhado os conflitos entre israelenses e palestinos, uma disputa territorial que perdura há mais de 50 anos.

Nos últimos anos, a Igreja de Cristo, tem se empenhado para despertar o clamor das nações para que haja paz em Jerusalém. Não é de se surpreender com a quantidade de igrejas evangélicas que têm se preocupado em cumprir a ordenança de Deus, descrita no salmo de Davi.

O rabino Marcelo Miranda, líder do Ministério Ensinando de Sião, em Belo Horizonte, filiado ao Movimento Messiânico Israelita Netivyah, dá a dica sobre essa questão:

Jesus é o Caminho, a Verdade e a Vida; ninguém vem ao Pai senão por mim (Jo 14:6.)

O fato é que, espiritualmente falando, o conflito entre árabes e israelitas é mais sério do que se pensa. “Por isso, devemos continuar orando sim por Israel e para que Deus esteja no controle de todas as coisas e tenha misericórdia desses povos.”

Motivos de Oração

A igreja desfruta de liberdade para o ministério, porém precisa ser discreta ao evangelizar. Os cristãos podem prestar culto, mas quando as atividades começam a envolver as comunidades de judeus e muçulmanos, elas devem ser realizadas com tato e sem estardalhaço. Ore para que novas formas de evangelismo sejam desenvolvidas.

A igreja em Israel sofre forte discriminação. Os judeus que não professam nenhuma religião são mais bem-vindos em Israel do que os messiânicos. Aos cristãos de origem judaica é negada qualquer posição legal como grupo religioso e muitos não recebem vistos ou cidadania. Ore para que eles continuem a ser ousados ao compartilhar sua fé.

A igreja sofre com a desinformação da população. Com freqüência, os israelitas vêem os cristãos como perseguidores. Ore para que o Evangelho seja compreendido como o derradeiro cumprimento da herança judaica e para que ocorra um verdadeiro movimento em direção a Cristo no país.

A igreja sofre com as constantes guerras. Ataques, bombas e guerras têm sido constantes na vida da igreja. Ore pelo término dos conflitos e pela instauração da paz.

A igreja sofre com o preconceito. Muitos cristãos no mundo todo têm ignorado os palestinos em seu auxílio à nação de Israel, embora os muçulmanos palestinos necessitem de salvação tanto quanto os israelitas. Ore para que ocorra um crescente interesse global pelas necessidades do povo palestino e pela pregação do Evangelho entre eles.

Font: Lagoinha.com / Missão Portas Abertas – www.portasabertas.org.br / Folha OnLine / Adaptação Redação MABG Comunicação e Design